quinta-feira, 24 de novembro de 2011

A DROSOPHILA - modelo biológico no ensino da GENÉTICA


Comemoração da Semana da Ciência (IBMC)


Divulgação dos trabalhos experimentais com Drosophila realizados nas aula de Biologia na Zarco

Investigação evolui muito, mas investimento ainda é baixo

Dia Nacional da Cultura Científica assinalado amanhã



2011-11-23
CienciaHoje


"Despesas em investigação é inferior à média da UE."

A investigação científica nacional evoluiu, nos últimos anos, e melhorou a vida dos portugueses, mas o investimento que recebe ainda está abaixo da média da União Europeia e é necessário continuar o trabalho, segundo defendeu hoje a directora da Pordata."
Os novos conhecimentos na área da saúde ou os avanços tecnológicos que permitiram o aumento do número de consumidores com acesso à internet, que quadruplicou, ou com serviço móvel, nas telecomunicações, são resultado do trabalho da investigação.
continua

FCT poderá contratar no máximo 80 investigadores

2011/11/23
A Fundação para a Ciência e Tecnologia vai poder contratar no máximo 80 investigadores em 2012 até uma despesa total de 3,5 milhões de euros, segundo uma proposta de aditamento ao Orçamento apresentada segunda-feira pelo PSD e CDS.

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Teste do pezinho

http://1.bp.blogspot.com/-79-IGJEDt6w/Tb2vapMtF9I/AAAAAAAAAF8/QLnFSo1TE6U/s1600/teste_do_pezinho18022011092827.jpg

                                            DOENÇAS RASTREADAS

  • Hipotiroidismo Congénito
  • Doenças Hereditárias do Metabolismo
                                      Aminoacidopatias:
Fenilcetonúria (PKU) / Hiperfenilalaninemias
Tirosinemia Tipo I
Tirosinemia Tipo II
Leucinose (MSUD)
Citrulinemia Tipo I
Acidúria Arginino-Succínica
Hiperargininemia
Homocistinúria Clássica
Hipermetioninemia (Déf. MAT)
continua
http://www.diagnosticoprecoce.org/doencasrastreadas.htm

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Drosophila - modelo biológico

in CD - A Drosophila no ensino da Genética ( IBMC)  (Reposição de imagem no Blog)

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Sangue artificial pode ser produzido nos próximos dez anos

Cientistas usam células estaminais para criar espécie de glóbulos vermelhos


CienciaHoje
2011-11-03
Ensaios clínicos para testar o sangue criado a partir de células estaminais adultas devem começar dentro dos próximos dois ou três anos. A notícia aumenta a expectativa de que o sangue artificial poderá, em breve, tornar-se rotineiramente utilizado quando não há glóbulos vermelhos humanos disponíveis, avança o The Telegraph.
...
Os cientistas da Universidade de Edimburgo, na Escócia, estão a usar células estaminais da medula óssea para fazer crescer um material que se assemelha aos glóbulos vermelhos criados naturalmente no corpo humano.
...
A equipa está a trabalhar para produzir sangue do tipo O Negativo, compatível com 98 por cento da população mundial, mas produzido por apenas sete por cento. Como será desenvolvido em laboratório, o sangue artificial estará livre de qualquer vírus ou doença, como HIV e hepatite.


sábado, 5 de novembro de 2011

Cientistas extraem proteína humana do arroz

Descoberta pode responder à crescente procura mundial de albumina
2011-11-02
CienciaHoje

Grãos de arroz foram geneticamente manipulados para produzir quantidades elevadas de albumina

"Uma equipa de investigadores chineses anunciou hoje que conseguiu extrair albumina a partir de arroz geneticamente modificado, avança a LUSA. A descoberta foi publicada na revista científica Proceedings of the National Academy of Sciences.


Em medicina, esta proteína humana do sangue serve para tratar queimaduras e doenças do fígado.

A China é um dos países mais afectados pela carência de albumina. Actualmente, a proteína apenas é extraída através de dádivas de sangue. Mas com esta investigação abre-se uma via para a produção de albumina humana sintética, o que poderá responder à procura mundial da proteína que ronda as 500 toneladas ao ano, segundo a agência AFP.
Para refazer a proteína, os cientistas manipularam geneticamente grãos de arroz para produzir quantidades elevadas de albumina. Conseguiram depois separar a proteína do resto do grão, o que lhes permitiu extrair 2,75 gramas de albumina por quilo de arroz.
A proteína sintética foi posteriormente usada para tratar ratinhos com cirrose. Os resultados da experiência com roedores, sobre os quais não se conhecem pormenores, foram bastante similares aos obtidos em humanos, de acordo com a AFP.
Para os autores da investigação, a albumina extraída geneticamente do arroz é “física e quimicamente equivalente à albumina humana”. A sua produção a grande escala “pode ajudar a responder à procura mundial crescente de albumina humana”, defendem."

http://www.cienciahoje.pt/index.php?oid=51650&op=all

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

PROJECTO JUVENTUDE – SABER COM NORMAS



Carta enviada às escolas

 Instituto Português da Qualidade

"O IPQ, enquanto Organismo Nacional de Normalização considera que a divulgação da normalização nas escolas é uma abordagem estruturante e estratégica na medida em que, dá a conhecer a importância crescente que esta actividade tem na economia mundial, numa dimensão transversal e ainda pelos múltiplos impactos na vida de todos os cidadãos. Sendo a inclusão da Normalização na oferta formativa através dos sistemas de ensino, uma aposta incontestada por parte da Comissão Europeia, desde 2008, o IPQ assume e reconhece a importância da continuidade deste Projecto, que conta com o apoio do Ministério da Educação e Ciência, através da Direcção Geral de Inovação e Desenvolvimento Curricular e que se dirige a todas as escolas do ensino secundário público e privado e a todas as ofertas de educação/formação deste nível de ensino.


O Projeto Juventude – Saber com Normas desafia todos os alunos do ensino secundário, a realizar trabalhos criativos no âmbito da normalização, com recurso à pesquisa de normas para temas diversos no âmbito do currículo e/ou do projeto educativo de escola, ou mesmo a adaptação de algum trabalho já iniciado, tendo em consideração a transversalidade da normalização e a sua importância no desenvolvimento da sociedade contemporânea.

Poderão também optar, pela realização de uma sessão temática que divulgue à comunidade escolar em que se insere, através de posters, folhetos ou filmes, a temática da Normalização e como ela é importante para a nossa vida.

As sessões temáticas deverão ser devidamente ilustradas com fotos e com exemplos dos materiais de apoio efetuados para o efeito.

Os trabalhos podem ser individuais ou de grupo e deverão ser acompanhados por um professor responsável.

Os trabalhos devem ser enviados para o Instituto Português da Qualidade até dia 28 de Maio de 2012 e serão organizados em duas categorias – Trabalhos e Eventos. Posteriormente serão analisados e avaliados por um Júri nacional. No final do ano letivo ao trabalho vencedor por categoria será entregue o respetivo prémio contemplando alunos e professor responsável e ainda Diploma para a escolas.

Informamos ainda que o Instituto Português da Qualidade está disponível para fazer sessões de formação/divulgação nas escolas, sobre esta temática.


Saiba mais sobre o Projecto Juventude no sítio Web do IPQ, em www.ipq.pt/ clicando em MATERIAL DE APOIO.

Poderá ainda colocar as suas questões através do endereço mjgraca@mail.ipq.pt/
 ou entrar directamente no Facebook e visualizar os trabalhos vencedores dos anos anteriores: http://www.facebook.com/pages/Almada-Portugal/Normi/150425178336087/
Colabore connosco

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Mendel

Gregor Johann Mendel (Heinzendorf bei Odrau, 20 de julho de 1822 — Brno, 6 de janeiro de 1884) foi um monge agostiniano, botânico e meteorologista austríaco.


Durante a sua vida, Mendel publicou dois grandes trabalhos agora clássicos: "Ensaios com plantas híbridas" , que não abrangia mais de trinta páginas impressas e "Hierácias obtidas pela fecundação artificial".

Em 1865, formula e apresenta em dois encontros da Sociedade de História Natural de Brno as leis da hereditariedade, hoje chamadas Leis de Mendel, que regem a transmissão dos caracteres hereditários. Após 1868, as tarefas administrativas mantiveram-no tão ocupado que não pode dar continuidade às suas pesquisas, vivendo o resto da sua vida em relativa obscuridade.

Atualmente é conhecido como "Pai da Genética" .

Biografia

Desde 1843 a 1854 tornou-se professor de ciências naturais na Escola Superior de Brno, dedicando-se ao estudo do cruzamento de muitas espécies: feijões, chicória, bocas-de-dragão, plantas frutíferas, abelhas, camundongos e principalmente ervilhas cultivadas na horta do mosteiro onde vivia analisando os resultados matematicamente, durante cerca de sete anos. Gregor Mendel, "o pai da genética", como é conhecido, foi inspirado tanto pelos professores como pelos colegas do mosteiro que o pressionaram a estudar a variação do aspecto das plantas. Propôs que a existência de características (tais como a cor) das flores é devida à existência de um par de unidades elementares de hereditariedade, agora conhecidas como genes.

Após o estudo com ervilheira Mendel dedicou-se ao estudo das abelhas, tentando estender as suas conclusões para os animais. Produziu uma estirpe híbrida entre abelhas do Egipto e da América do Sul que produziam um mel considerado excelente, contudo eram muito agressivas, picando muitas pessoas dos arredores, e foram destruídas. Mendel continuou a dedicar-se ao passatempo de apicultura, mesmo após ser eleito abade do Mosteiro de Brno, tendo inclusive fundado a Sociedade de Apicultura de Brno.
As descobertas de Mendel, apesar de muito importantes, permaneceram praticamente ignoradas até começos do século XX (embora tivessem estado disponíveis nas maiores bibliotecas da Europa e dos Estados Unidos), sendo publicadas somente no início do século XX, anos após sua morte. Foram "redescobertas" por um grupo de cientistas, um alemão - K. Correns, um austríaco - E. Tschermak e outro neerlandês - H. de Vries.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Gregor_Mendel

Mendel e as ervilhas