quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

O Natal em minha casa

Desejo a todos os meus alunos e seus familiares um bom Natal !
  


Bom Natal para todos os profesores

Recebi hoje esta mensagem de agradecimentos que aceito e retribuo em nome de todos os professores do meu país.

 
Clik em cima para ler


domingo, 11 de dezembro de 2011

Marie Curie_100 anos após o segundo Nobel

Homenagem da SAPO
O que devemos a Marie Curie: usos da radiação no nosso dia-a-dia


Há 100 anos, Marie Curie recebia o seu segundo prémio Nobel.

"Quando começou as investigações sobre a radioatividade e depois isolou o rádio pela primeira vez, a cientista não tinha em mente as aplicações práticas da sua descoberta. Tratava-se de ciência pura.
Mas rapidamente foi compreendido o papel que a radioatividade podia ter, por exemplo, nos hospitais - com a radioterapia, no tratamento de cancros.

Hoje, embora muitas vezes não nos demos conta disso, há inúmeras tecnologias presentes no nosso dia-a-dia que se tornaram possíveis graças ao trabalho de Marie Curie (ver perfil). Aqui ficam algumas.

Energia nuclear
As origens da noção da divisibilidade do átomo (princípio no qual assenta a energia nuclear) remontam à descoberta da radioatividade no urânio, pelo francês Henri Becquerel, em 1896. A partir dos estudos de Becquerel, Marie e Pierre Curie descobriram vários elementos químicos novos muito radioativos - como o rádio, o polónio e o tório. O seu trabalho foi o ponto de partida para o desenvolvimento da energia nuclear. As centrais de energia nuclear funcionam um pouco por todo o mundo, no meio de polémicas várias quanto à sua segurança. E se muitos defendem que são a fonte de energia mais limpa, outros chamam a atenção para os riscos decorrentes de acidentes. Mas a vertente mais ameaçadora da energia nuclear continua a ser a produção de armamento, como a bomba atómica.

Cálculo de idade dos materiais orgânicos
Do mesmo modo que a meia vida do urânio permite fazer a estimativa da idade da Terra, é possível verificar a idade de fósseis a partir da determinação da quantidade de isótopo 14 do carbono, um elemento radioativo que existe no fóssil. Simplifiquemos: a partir do momento em que uma planta ou animal morre, deixa de incorporar átomos de carbono: o teor deste isótopo 14 começa a diminuir, caindo para metade a cada 5600 anos, o que nos permite calcular o tempo que passou desde a sua morte.

Tratamento do cancro: a radioterapia
Foi uma aplicações mais bem-vindas da radioatividade. Os raios formam uma radiação ionizante que actuam ao nível das células malignas do corpo, destruindo-as e impedindo-as de se reproduzirem. Recentemente, foi anunciada uma nova técnica de radioterapia que pode eliminar o cancro numa única sessão, mesmo com o tumor já espalhado. Estará em breve disponível em Portugal, através de uma máquina quase única no mundo que ficará instalada na Fundação Champalimaud.

Detetores de fumo
Os detetores de fumo podem usar uma pequena quantidade de material radioativo necessário ao seu funcionamento. Um elemento químico frequentemente utilizado é o amerício. É completamente seguro - a radiação é fraca, já que o elemento está envolvido por uma câmara de metal.

Esterilização de equipamento médico
A irradiação é usada para esterilizar equipamento e instrumentos médicos - material de laboratório, cirúrgico, odontológico, de frascos, embalagens, fármacos... A radiação mata as bactérias, ao danificar os cromossomas das células. Os instrumentos são selados e colocados sob efeito de uma radiação capaz de penetrar no invólucro (raios gama, raios x, por exemplo). O invólucro mantém os instrumentos estéreis até ao momento de serem utilizados.

Fabricação de cosméticos
A irradiação é um dos métodos usados pelos fabricantes de cosméticos - champôs, pastas de dentes, cremes hidratantes, etc. - para garantir que os produtos não desenvolvem micro-organismos prejudiciais aos consumidores.

Conservação de alimentos
A radiaçao é usada na produção de inoculantes para a agricultura e na esterilização de frutas e vegetais. Permite diminuir a incidência de intoxicações alimentares, inibe o brotamento de raízes e tubérculos, desinfeta frutos, vegetais e grãos, atrasa a decomposição, elimina organismos patogénicos (micróbios e fungos) e aumenta o tempo de prateleira das carnes, frutos do mar, frutas, sumos de frutas, que podem ser conservados durante muito tempo sem refrigeração.

Indústria
São múltiplas as aplicações da radioatividade na indústria. As técnicas usadas permitem a impregnação de madeiras e outros materiais, soldagem, coloração de vidros, pedras preciosas, melhoria de fibras sintéticas e de polímeros.

Ilustrações de Luís Cavaco.
Catarina Osório
Este artigo foi escrito ao abrigo do novo acordo ortográfico.
http://noticias.sapo.pt/tec_ciencia/artigo/o-que-devemos-a-marie-curie_1807.html

Ler também: Marie Curie: uma mulher de "primeiras vezes"

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Drosophila no ensino da Biologia: mais moscas...!!!


F1- 2ª contagem (white - só machos)
  
Adicionar legenda




F1 - 2ª contagem (wt) 

stock asas vg

stock asas vg

stock asas vg

stock asas vg

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

ÁRVORE GENEALÓGICA


Trabalho realizado por um aluno da minha turma do 12ºano de Biologia
PARABÉNS!

domingo, 4 de dezembro de 2011

VII OLIMPÍADAS DE BIOTECNOLOGIA


Estão abertas as inscrições para as VII Olimpíadas de Biotecnologia dirigidas aos alunos do Ensino Secundário.
As inscrições devem ser feitas junto dos professores de Biologia / Biologia e Geologia, até ao dia 16 de Janeiro de 2012.



Prof. responsável: Maria Celeste Lameiras

Para mais informações consulte: http://www.esb.ucp.pt/olimpiadasbio/

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

VIH-SIDA Em Portugal há 16.300 seropositivos

 Um livro com depoimentos de 35 mulheres portuguesas que vivem com VIH-Sida é lançado esta tarde, Dia Mundial da Luta contra a Sida, na livraria do cinema King, em Lisboa. "Poderia ser eu" é uma tentativa de ajudar a diminuir o estigma com que estas mulheres vivem.


"Sinto-me culpada de não ter sido esperta, de não ter pensado, sinto-me culpada por ter confiado. Mas quem ama confia e eu confiei mal". Ana (nome fictício), 49 anos, soube que estava infectada com VIH em 1997, 22 dias depois de ter sido mãe. "Foi como um duche de água fria. Pensei que ia morrer dentro de poucos dias".
JN


quinta-feira, 24 de novembro de 2011

A DROSOPHILA - modelo biológico no ensino da GENÉTICA


Comemoração da Semana da Ciência (IBMC)


Divulgação dos trabalhos experimentais com Drosophila realizados nas aula de Biologia na Zarco

Investigação evolui muito, mas investimento ainda é baixo

Dia Nacional da Cultura Científica assinalado amanhã



2011-11-23
CienciaHoje


"Despesas em investigação é inferior à média da UE."

A investigação científica nacional evoluiu, nos últimos anos, e melhorou a vida dos portugueses, mas o investimento que recebe ainda está abaixo da média da União Europeia e é necessário continuar o trabalho, segundo defendeu hoje a directora da Pordata."
Os novos conhecimentos na área da saúde ou os avanços tecnológicos que permitiram o aumento do número de consumidores com acesso à internet, que quadruplicou, ou com serviço móvel, nas telecomunicações, são resultado do trabalho da investigação.
continua

FCT poderá contratar no máximo 80 investigadores

2011/11/23
A Fundação para a Ciência e Tecnologia vai poder contratar no máximo 80 investigadores em 2012 até uma despesa total de 3,5 milhões de euros, segundo uma proposta de aditamento ao Orçamento apresentada segunda-feira pelo PSD e CDS.

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Teste do pezinho

http://1.bp.blogspot.com/-79-IGJEDt6w/Tb2vapMtF9I/AAAAAAAAAF8/QLnFSo1TE6U/s1600/teste_do_pezinho18022011092827.jpg

                                            DOENÇAS RASTREADAS

  • Hipotiroidismo Congénito
  • Doenças Hereditárias do Metabolismo
                                      Aminoacidopatias:
Fenilcetonúria (PKU) / Hiperfenilalaninemias
Tirosinemia Tipo I
Tirosinemia Tipo II
Leucinose (MSUD)
Citrulinemia Tipo I
Acidúria Arginino-Succínica
Hiperargininemia
Homocistinúria Clássica
Hipermetioninemia (Déf. MAT)
continua
http://www.diagnosticoprecoce.org/doencasrastreadas.htm

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Drosophila - modelo biológico

in CD - A Drosophila no ensino da Genética ( IBMC)  (Reposição de imagem no Blog)

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Sangue artificial pode ser produzido nos próximos dez anos

Cientistas usam células estaminais para criar espécie de glóbulos vermelhos


CienciaHoje
2011-11-03
Ensaios clínicos para testar o sangue criado a partir de células estaminais adultas devem começar dentro dos próximos dois ou três anos. A notícia aumenta a expectativa de que o sangue artificial poderá, em breve, tornar-se rotineiramente utilizado quando não há glóbulos vermelhos humanos disponíveis, avança o The Telegraph.
...
Os cientistas da Universidade de Edimburgo, na Escócia, estão a usar células estaminais da medula óssea para fazer crescer um material que se assemelha aos glóbulos vermelhos criados naturalmente no corpo humano.
...
A equipa está a trabalhar para produzir sangue do tipo O Negativo, compatível com 98 por cento da população mundial, mas produzido por apenas sete por cento. Como será desenvolvido em laboratório, o sangue artificial estará livre de qualquer vírus ou doença, como HIV e hepatite.


sábado, 5 de novembro de 2011

Cientistas extraem proteína humana do arroz

Descoberta pode responder à crescente procura mundial de albumina
2011-11-02
CienciaHoje

Grãos de arroz foram geneticamente manipulados para produzir quantidades elevadas de albumina

"Uma equipa de investigadores chineses anunciou hoje que conseguiu extrair albumina a partir de arroz geneticamente modificado, avança a LUSA. A descoberta foi publicada na revista científica Proceedings of the National Academy of Sciences.


Em medicina, esta proteína humana do sangue serve para tratar queimaduras e doenças do fígado.

A China é um dos países mais afectados pela carência de albumina. Actualmente, a proteína apenas é extraída através de dádivas de sangue. Mas com esta investigação abre-se uma via para a produção de albumina humana sintética, o que poderá responder à procura mundial da proteína que ronda as 500 toneladas ao ano, segundo a agência AFP.
Para refazer a proteína, os cientistas manipularam geneticamente grãos de arroz para produzir quantidades elevadas de albumina. Conseguiram depois separar a proteína do resto do grão, o que lhes permitiu extrair 2,75 gramas de albumina por quilo de arroz.
A proteína sintética foi posteriormente usada para tratar ratinhos com cirrose. Os resultados da experiência com roedores, sobre os quais não se conhecem pormenores, foram bastante similares aos obtidos em humanos, de acordo com a AFP.
Para os autores da investigação, a albumina extraída geneticamente do arroz é “física e quimicamente equivalente à albumina humana”. A sua produção a grande escala “pode ajudar a responder à procura mundial crescente de albumina humana”, defendem."

http://www.cienciahoje.pt/index.php?oid=51650&op=all

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

PROJECTO JUVENTUDE – SABER COM NORMAS



Carta enviada às escolas

 Instituto Português da Qualidade

"O IPQ, enquanto Organismo Nacional de Normalização considera que a divulgação da normalização nas escolas é uma abordagem estruturante e estratégica na medida em que, dá a conhecer a importância crescente que esta actividade tem na economia mundial, numa dimensão transversal e ainda pelos múltiplos impactos na vida de todos os cidadãos. Sendo a inclusão da Normalização na oferta formativa através dos sistemas de ensino, uma aposta incontestada por parte da Comissão Europeia, desde 2008, o IPQ assume e reconhece a importância da continuidade deste Projecto, que conta com o apoio do Ministério da Educação e Ciência, através da Direcção Geral de Inovação e Desenvolvimento Curricular e que se dirige a todas as escolas do ensino secundário público e privado e a todas as ofertas de educação/formação deste nível de ensino.


O Projeto Juventude – Saber com Normas desafia todos os alunos do ensino secundário, a realizar trabalhos criativos no âmbito da normalização, com recurso à pesquisa de normas para temas diversos no âmbito do currículo e/ou do projeto educativo de escola, ou mesmo a adaptação de algum trabalho já iniciado, tendo em consideração a transversalidade da normalização e a sua importância no desenvolvimento da sociedade contemporânea.

Poderão também optar, pela realização de uma sessão temática que divulgue à comunidade escolar em que se insere, através de posters, folhetos ou filmes, a temática da Normalização e como ela é importante para a nossa vida.

As sessões temáticas deverão ser devidamente ilustradas com fotos e com exemplos dos materiais de apoio efetuados para o efeito.

Os trabalhos podem ser individuais ou de grupo e deverão ser acompanhados por um professor responsável.

Os trabalhos devem ser enviados para o Instituto Português da Qualidade até dia 28 de Maio de 2012 e serão organizados em duas categorias – Trabalhos e Eventos. Posteriormente serão analisados e avaliados por um Júri nacional. No final do ano letivo ao trabalho vencedor por categoria será entregue o respetivo prémio contemplando alunos e professor responsável e ainda Diploma para a escolas.

Informamos ainda que o Instituto Português da Qualidade está disponível para fazer sessões de formação/divulgação nas escolas, sobre esta temática.


Saiba mais sobre o Projecto Juventude no sítio Web do IPQ, em www.ipq.pt/ clicando em MATERIAL DE APOIO.

Poderá ainda colocar as suas questões através do endereço mjgraca@mail.ipq.pt/
 ou entrar directamente no Facebook e visualizar os trabalhos vencedores dos anos anteriores: http://www.facebook.com/pages/Almada-Portugal/Normi/150425178336087/
Colabore connosco

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Mendel

Gregor Johann Mendel (Heinzendorf bei Odrau, 20 de julho de 1822 — Brno, 6 de janeiro de 1884) foi um monge agostiniano, botânico e meteorologista austríaco.


Durante a sua vida, Mendel publicou dois grandes trabalhos agora clássicos: "Ensaios com plantas híbridas" , que não abrangia mais de trinta páginas impressas e "Hierácias obtidas pela fecundação artificial".

Em 1865, formula e apresenta em dois encontros da Sociedade de História Natural de Brno as leis da hereditariedade, hoje chamadas Leis de Mendel, que regem a transmissão dos caracteres hereditários. Após 1868, as tarefas administrativas mantiveram-no tão ocupado que não pode dar continuidade às suas pesquisas, vivendo o resto da sua vida em relativa obscuridade.

Atualmente é conhecido como "Pai da Genética" .

Biografia

Desde 1843 a 1854 tornou-se professor de ciências naturais na Escola Superior de Brno, dedicando-se ao estudo do cruzamento de muitas espécies: feijões, chicória, bocas-de-dragão, plantas frutíferas, abelhas, camundongos e principalmente ervilhas cultivadas na horta do mosteiro onde vivia analisando os resultados matematicamente, durante cerca de sete anos. Gregor Mendel, "o pai da genética", como é conhecido, foi inspirado tanto pelos professores como pelos colegas do mosteiro que o pressionaram a estudar a variação do aspecto das plantas. Propôs que a existência de características (tais como a cor) das flores é devida à existência de um par de unidades elementares de hereditariedade, agora conhecidas como genes.

Após o estudo com ervilheira Mendel dedicou-se ao estudo das abelhas, tentando estender as suas conclusões para os animais. Produziu uma estirpe híbrida entre abelhas do Egipto e da América do Sul que produziam um mel considerado excelente, contudo eram muito agressivas, picando muitas pessoas dos arredores, e foram destruídas. Mendel continuou a dedicar-se ao passatempo de apicultura, mesmo após ser eleito abade do Mosteiro de Brno, tendo inclusive fundado a Sociedade de Apicultura de Brno.
As descobertas de Mendel, apesar de muito importantes, permaneceram praticamente ignoradas até começos do século XX (embora tivessem estado disponíveis nas maiores bibliotecas da Europa e dos Estados Unidos), sendo publicadas somente no início do século XX, anos após sua morte. Foram "redescobertas" por um grupo de cientistas, um alemão - K. Correns, um austríaco - E. Tschermak e outro neerlandês - H. de Vries.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Gregor_Mendel

Mendel e as ervilhas

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Visita ao IBMC


Motivação: Dar a conhecer a investigação que se faz no país
Ano de escolaridade:12º Biologia
Data:  2ª feira - 5 de Março de 2012,  partida às 13:30h.
Visita em que se inscreve:: Para além do genoma

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Portugueses procuram prevenir doenças genéticas e cancro

Estudo contribui para o desenvolvimento de novas terapias
CienciaHoje
2011-10-21
Por Susana Lage

Uma recente investigação portuguesa, publicada na revista científica Nucleic Acids Research, tem por objectivo “estudar a base molecular de algumas doenças genéticas e cancro com o objectivo de produzir conhecimento que ajude no desenvolvimento de terapias inovadoras”, explica Luísa Romão ao Ciência Hoje.
Segundo a investigadora, nas células humanas, o processo de expressão dos genes envolve múltiplos passos, desde o aparecimento do RNA mensageiro (mRNA) por transcrição a partir de um gene, à sua tradução em proteínas e à sua degradação.
Assim, a equipa que lidera pretende “estudar de que modo determinadas mutações – as mutações nonsense – associadas a diferentes doenças genéticas e ao cancro podem afectar a vida do mRNA”.
A ideia para este trabalho desenvolvido no Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, em Lisboa, surgiu do facto de se saber que, em geral, “as mutações nonsense dão origem a níveis anormalmente baixos de RNA mensageiro nas células dos doentes com uma hemoglobinopatia”, muito frequente na região mediterrânica, incluindo o Sul de Portugal, afirma a especialista em Genética Humana e Biologia Molecular.

O estudo pode “contribuir para o conhecimento da causa molecular de doenças genéticas e cancro bem como dos respectivos mecanismos”, afirma Luísa Romão. “Estes conhecimentos podem servir de base para o desenvolvimento mais racional de terapias inovadoras”, acrescenta.
Os próximos passos na investigação passam por identificar proteínas e o seu modo de actuação em diferentes aspectos do processo da síntese proteica, nomeadamente na iniciação da tradução do mRNA, assim como proteínas envolvidas no controlo de qualidade da expressão génica.
http://www.cienciahoje.pt/index.php?oid=51531&op=all

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Células estaminais. Em Portugal só há um pedido de uso de embriões para investigação

Por Marta F. Reis, publicado em 19 Out 2011

Justiça europeia recusa patentes de investigações com células estaminais embrionárias. Conselho de Ética fala de decisão “ultraconservadora”

A decisão apanhou de surpresa os especialistas europeus em células estaminais e está a ser considerada um obstáculo ao avanço na investigação clínica na Europa. O Tribunal de Justiça da UE considerou ilegal patentear investigações que tenham por base células estaminais extraídas de embriões, uma das apostas da medicina regenerativa que começa a dar frutos. Os cientistas temem a perda de interesse privado e a fuga de cérebros.

Em Portugal, só há um pedido de utilização deste tipo de células para investigação, disse ao i o presidente da Conselho Nacional de Procriação Medicamente Assistida (PMA), Eurico Reis. A lei da PMA, de 2006, permite que embriões excedentários de tratamentos de fertilidade, mediante a apresentação de um projecto ao conselho, possam ser usados em ciência. O primeiro pedido foi feito pelo Centro de Neurociências e Biologia Celular de Coimbra em Junho mas vai ser devolvido à equipa nos próximos dias, para que melhorem a fundamentação. “Tudo o que não passe por nós – mesmo embriões importados – é crime com pena de prisão”, alerta Eurico Reis.
noticia completa

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

A pesca do ouriço-do-mar _CMIA



“A pesca do ouriço-do-mar, Paracentrotus lividus, no Norte de Portugal”

Os ouriços-do-mar constituem um produto marinho com elevado valor económico em todo o mundo. Em países como o Japão, Chile, França e Espanha as gónadas de ouriço-do-mar são consideradas um produto
“gourmet” e utilizadas para a confecção de várias receitas requintadas (e.g. “uni” no Japão, etc).

Há cerca de uma década, a sobrexploração dos stocks de ouriço-do-mar Paracentrotus lividus em países Europeus, como França e Espanha, levou à procura da espécie em Portugal originando o início da exploração comercial da espécie, sobretudo na região Norte. Paracentrotus lividus, abunda no intertidal rochoso podendo também ocorrer na zona subtidal até cerca dos 20 metros de profundidade. Actualmente, as capturas são realizadas por apanhadores apeados, durante a maré-baixa, com a utilização de ferramentas rudimentares (provenientes da agricultura). O destino das capturas é maioritariamente Espanha, onde é vendido como produto fresco ou como matéria-prima para conservas, embora também possa chegar aos mercados Franceses.
Com o presente estudo, o IPIMAR pretende recolher um vasto conjunto de informação essencial para alicerçar legislação específica de modo a regulamentar a pescaria de P. lividus. Este trabalho de investigação encontra-se actualmente a decorrer no âmbito do projecto PRESPO Desenvolvimento sustentável das pescarias artesanais no Espaço Atlântico. Nesta apresentação dá-se conta dos trabalhos que
estão a ser levados a cabo assim como de alguns dos resultados obtidos até à data.

Inês Machado

Licenciada em Biologia (especialização em Biologia Marinha) pela Universidade dos Açores e Mestre em Ciências do Mar - Recursos Marinhos pela Universidade do Porto. Iniciou o seu estudo sobre a pesca de
ouriços-do-mar em 2004, durante a realização da sua tese de Mestrado. Desde essa data, tem vindo a trabalhar com a frota pesqueira artesanal nacional e com as diversas espécies com interesse comercial,
contribuindo para a recolha de dados sobre importante actividade económica nacional.


Actualmente é Bolseira de Investigação no IPIMAR, ao abrigo do projecto PRESPO - Desenvolvimento sustentável das pescarias artesanais no Espaço Atlântico.

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Aula Prática - Obtenção e observação de gâmetas de Ouriços-do-mar.

Os meus agradecimentos a todos os participantes, nomeadamente aos alunos da turma do 12º 1ª, e, em especial à nossa gentil convidada Dr.ª Célia Melo.
Ficam aqui os registos dos principais momentos da nossa aula prática - foi um sucesso!
Fig. 1 - Estimulação da libertação de gâmetas com solução de KCl

Fig. 2- Ouriço do mar _macho

Fig. 3- Ouriço do mar _fêmea


video
Filme 1- Espermatozóides de Ouriço do mar



video
Filme 2- Fecundação de um Ovócito do Ouriço do mar


video
Filme 3 - Formação da membrana de fecundação

Estaleiro da Ciencia - Bioindicador


quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Novos recursos no moodle

Quem não conseguir visualizar / gravar os novos ou velhos recursos colocados no moodle,  envie-me um e-mail com a urgência relativa !!!
Não há desculpas!
Bom trabalho!

terça-feira, 11 de outubro de 2011

“Fomos feitos para cantar e dançar”



«Música de Colo» desenvolve linguagem comum entre adultos e crianças

CienciaHoje
2011-10-10

Por Susana Lage (texto e fotos)

A música é uma arte que pode ser abordada de forma científica para avançar no conhecimento. Sobre o quê? Sobre a construção da comunicação, por exemplo.
Este é um dos objectivos da «Música de Colo», uma actividade do Laboratório de Música e Comunicação para a Infância (LAMCI), em Lisboa.
...
Na «Música de Colo», o objectivo é "proporcionar à criança momentos ricos da cultura musical envolvente”, afirma Helena Rodrigues, directora do LAMCI. No entanto, para a psicóloga, “as questões que se colocam neste ambiente são importantes para o plano de investigação”.

...
Segundo a investigadora, a psicologia tem muita informação sobre a aquisição da linguagem e das competências sociais mas “a competência musical é praticamente ignorada nos manuais de psicologia”. Há estudos sobre o desenvolvimento musical mas estes “não constam dos tratados de pediatria”. Talvez não seja por acaso que as crianças pré-verbais reagem de maneira participativa nas actividades musicais. “Se calhar esta competência musical é estruturante em relação a outras”, propõe.


Compensação social

Na sociedade de hoje “faltam oportunidades das pessoas estarem juntas com os seus bebés e de partilharem mais a parentalidade”, refere Helena Rodrigues. Enquanto os adultos passam maior parte do dia no trabalho, as crianças são deixadas nas creches. Ao fim do dia pouco tempo resta para mais do que cuidar da higiene dos filhos, alimentá-los e pô-los a dormir.
...
Estas sessões da «Música de Colo» são um pouco “uma compensação social” pois é uma “oportunidade que as pessoas têm para estarem relaxadas com os filhos e com outros pais”, afirma a psicóloga.

leia o artigo completo

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Mortalidade infantil: Portugal apresenta um registo favorável

A propósito da aula de hoje fui atualizar os dados sobre este indicador de saúde. Na minha memória tinham ficado os valores do final do século. Os atuais valores são agradavelmente melhores: o Guilherme tinha razão!

Evolução da Taxa de Mortalidade Infantil

Novos Estados-Membros da UE-27 são os que obtêm os piores resultados. Portugal entre os países mais bem classificados.

Em cada 1000 nascimentos com vida faleceram em média, na Roménia, no ano de 2010, 9,8 crianças durante o primeiro ano de vida (Gráfico 1). Este é o pior registo no quadro da UE-27. Com um valor muito próximo (9,4) está a Bulgária, sendo estes os únicos dois países a atingirem praticamente a dezena na taxa de mortalidade infantil. Os oito piores registos ilustrados no Gráfico 1 são referentes a países que integram o grupo dos 12 novos Estados-Membros da União Europeia. Portugal encontra-se entre os países mais bem classificados, com uma taxa de mortalidade infantil de 2,4‰. Com uma taxa inferior está apenas a Finlândia, com 2,3‰.




http://observatorio-das-desigualdades.cies.iscte.pt/index.jsp?page=indicators&id=34&lang=pt

sábado, 8 de outubro de 2011

Esta noite "tempestade de estrelas"


CienciaHoje
Últimas vezes que aconteceu foi em 1933 e 1946

Conhecidas por “dracónidas” são constituídas por pequenas partículas de pó provenientes do cometa 21P/Giacobini-Zinner. «Caem» a uma média de 600 a 800 por hora num fenómeno que ocorrerá entre as 18 e as 24 horas. Será particularmente visível na Europa o que vai levar numerosos investigadores a concentrarem-se para observar um espectáculo sete vezes maior do que as «perseidas» de 11 de Agosto.


... A metereologia portuguesa fala em céu limpo ou pouco nublado para este sábado o que poderá determinar um «espectáculo» mais visível e emocionante apesar de a Lua estar em quarto crescente e haver muma maior luminosidade.

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

" A Vida no ventre " - Fecundação

video


Prémio NOBEL da Fisiologia e Medicina 2011


Notícia: Vencedor do Nobel da Medicina morreu na sexta-feira 
A Universidade Rockefeller, de Nova Iorque, fez hoje saber que Ralph Steinman, um dos vencedores do Nobel da Medicina deste ano, morreu na sexta-feira.

Um cancro no pâncreas contra o qual lutava há quatro anos fez com que Ralph Steinman não chegasse a saber que foi laureado com o Nobel da Medicina. O investigador morreu na sexta-feira, três dias antes de a Academia anunciar o seu nome.
Os Prémios Nobel não são normalmente atribuídos a título póstumo e o Comité não sabia que Steinman estava morto quando o escolheu.
AP/SOL

Nobel da Medicina atribuído aos imunologistas Hoffmann, Beutler e Steinman

03 de outubro de 2011, 12:00

O norte-americano Bruce Beutler, o luxemburguês Jules Hoffmann e o canadiano Ralph Steinman foram distinguidos com o Prémio Nobel da Fisiologia e Medicina 2011, pelo Instituto Karolinska, esta manhã, em Estocolmo, pelo trabalho na área da Imunologia.

Os galardoados com o Nobel de este ano [da Fisiologia e Medicina] revolucionaram a compreensão global do sistema imunitário ao descobrirem os princípios-chave que o tornam funcional”, informou o Instituto Karolinska numa nota de imprensa.
As descobertas dos três investigadoras são um forte contribuito na luta contra doenças contagiosas e no desenvolvimento de vacinas, informa ainda a instituição.
Hoffman e Beutler partilham metade do prémio – 1,1 milhões de euros – pelo estudo de ambos que conduziu à descoberta das proteínas responsáveis pelo reconhecimento de microrganismos e activação do sistema imunitário congénito.
A outra metade do prémio foi entregue a Ralph Steinman pela descoberta das células dendríticas que activam, regulam e adaptam o sistema imunológico congénito às bactérias e microrganismos.
 ler notícia completa aqui
@SAPO com Lusa

domingo, 2 de outubro de 2011

Aula Prática _ Fotos: Oservação de gónadas femininas e masculinas



Não se esqueçam do Relatório para a próxima 2ª feira, dia 3 de Outubro
Ovários, oviductos e cornos uterinos de uma cadela
 (material veterinário, gentilmente, trazido pela Teresa) 


Foliculos em vários estádios


Oócito II





Corte histológico de um testículo



Células intersticiais ou cél. de Leydig
Túbulo seminífero - células da linha germinativa e espermatozóides

NOTA: Explore as diversas publicações sobre a U1-Reprodução Humana, nomeadamente  videos sobre a histologia do testiculo e do ovário, aqui:
http://biozarco-mclameiras.blogspot.com/2008/10/histoloia-do-testiculo-httpbr.html